quinta-feira, junho 20, 2013

Eu tenho feito de conta que você não me interessa muito... mas não é verdade...
Você é uma das pessoas mais especiais que já conheci...
Não por ser bonito ou por pensar como eu sobre tantas coisas... mas por algo maior e mais profundo do que aparência e afinidade...

[Martha Medeiros]

sábado, junho 01, 2013

Eu só queria um namorinho de portão...

Não... você não precisa ter o abdômen do mocinho da novela... e acho que até que posso ficar com sua barriga pra sempre...
Eu não quero que você me busque num super potente carro... eu só quero que quando você me beije, eu não deseje mais nenhuma força do universo...
Estou pouco me lixando se o restaurante tem várias cifras no guia da Folha... mas gostaria muito que a gente esquecesse das mesas ao lado e risse a noite toda...
Sério que tem uma pousada mega-master com ofurô em cima da montanha e charretes cor-de-rosa que trazem o café da manhã? Dane-se... se você conseguir passar, nem que seja algumas horas, encantado pela gente. Essa será a maior riqueza que eu posso ganhar...
Eu procuro você desde o dia em que nasci. Não, eu não dependo de você nem pra andar e nem pra ser feliz... mas como seria bom andar e ser feliz ao seu lado...
Só que estamos com um problema: vai ser um pouco difícil a gente se conhecer porque tenho evitado sair de casa... Eu prefiro não fazer parte da "feira" que compete pra ver quem tem a "casca" mais bonita...
Voando eu sei que você não vem, até porque eu jamais namoraria um super-homem... tenho horror a pessoas falsamente infalíveis... Não quero um homem que sempre vence, que sempre impressiona e sorri impecável em dentes brancos e músculos... Você pode até ter medo de monstrinhos imaginários e dormir com a porta trancada...
Não existe Facebook, Twitter ou Instagram... não existe celular ou supercelular que é máquina fotográfica... Não existe esperar que a vida fique mais compacta, mais veloz, mais completa e mais fácil, assim como o computador... Existe essa coisa simples, antiga e quase esquecida pela possibilidade infinita de se distrair com as mentiras modernas do mundo: o Amor... mas onde ele foi parar depois de tudo isso?
Eu não tenho um portão para te esperar... como minha avó um dia esperou pelo meu avô e eles ficaram juntos por 70 anos. Talvez eu também seja engolida por esse mundo que cria tantas facilidades para a gente não sofrer...
Tenho medo de que tudo seja uma mentira e de verdade sinto que é, mas ainda acordo feliz todos os dias esperando que ao menos você seja verdade...
[Tati Bernardi]