quarta-feira, novembro 02, 2011

Porque eu não gosto (mais) de você...

Porque você me deu o melhor abraço noturno que alguém já me deu e depois deixou meus braços órfãos...
(...) E me fez querer que fosse sábado no domingo...
Você tentou me convencer que estava tudo bem entre nós quando meu coração estava intranquilo...
E parou de me ouvir em algum momento em que continuei falando, perdendo a parte mais importante da história...
Você me deixou sozinha... e ainda estava do meu "lado"...
(...) E foi embora em algum momento sem se despedir, enchendo com palavras tristes aquela estrofe do meu poema incompleto...
Por que eu não gosto mais de você?
(...) Porque me fez acreditar que os holofotes estavam todos voltados para mim e que você era minha platéia, e nem me visitou no camarim quando decretou que o show havia terminado...
Porque você arrancou de mim a inspiração que eu não tinha, me fez bolinar as palavras pra eu escrever pra você aquelas coisas doces e as esqueceu num canto qualquer do porta-luvas do seu carro... E tinha um coração palpitando ali...
Porque você me fez escutar a mesma música sozinha trilhões de vezes porque a melodia trazia um jeito seu pra perto...
Porque você (...) tocou violão olhando nos meus olhos naquele trecho da música em que a palavra amor aparece duas vezes...
Porque você me seduziu completa e absolutamente se fazendo deslumbrante quando não estava disponível afetivamente...
Porque você me roubou a solidão e não me fez companhia...
[Marla de Queiroz]

2 comentários:

  1. Uauuuuuu...a primeira vez que leio algo saudosista e meus olhos não lacrimejam...em anos.
    Lindo texto...beijo.

    ResponderExcluir
  2. É amiga se não estivesse em outro momento da minha vida,certamente meus olhos estariam cheios de lágrimas... Mas a nossa vida é feita de fases, umas boas, outras ruins,mas são fases. Lembre-se sempre que esta fase é momentânea e que logo logo o sol vai entrar pela sua janela e encher a sua vida de alegria e amor!

    ResponderExcluir