segunda-feira, outubro 31, 2011

Não gosto da vida em banho-maria...

Gosto de fogo... pimenta, alho, ervas...

Por um triz não sou uma bruxa...


[Martha Medeiros]

quarta-feira, outubro 26, 2011


"(...) Virar a página nem sempre é colocar um ponto final...
O ponto final encerra a continuidade da história, mas não o sentimento..."



Palavras do meu amigo Fernando Cavalcanti em um dos meus momentos de "deprê"...

domingo, outubro 23, 2011

Você tem cheiro de roupa limpinha com mente suja e eu quero te rasgar inteiro.
Mas apenas te dou um beijinho no rosto...
Preciso me comportar!
[Tati Bernardi]

segunda-feira, outubro 17, 2011

quinta-feira, outubro 13, 2011

Não vejo mais o tempo...
Não o substimo quando o denomino de futuro...
Embora mal posso esperar para desvendar o que já esteve me esperando por milênios...
... ficar quase sem o ar... e quase morrer... desesperar...
... ver teu rosto... teus traços se formarem entre as digitais dos meus dedos que tremem...
... ver você realizar... ver você ser... ver você me olhar...

De alguma forma a gente soube (ou saberá)...
... que o tempo da espera é o caminho de se encontrar...


[Cáh Morandi]

sexta-feira, outubro 07, 2011

A gente descobre que está ficando “velha” quando...

Calça 38 só com “reza braba”... Na verdade a 38 virou 42, mas a gente fala que veste 40...
Emendar balada com trabalho já não é tão simples assim...
A gente finalmente entende que não adianta espernear que ele não volta...
Conselho de mãe finalmente começa a fazer sentido...
A gente percebe que homem misterioso/confuso na verdade é um porre...
A companhia é mais importante que o lugar...
A baladinha da moda que todo mundo vai é o último lugar que você quer ir...
A gente se da conta que é mortal e as pessoas que amamos também (Portanto, reclame menos e aproveite mais!)...
Que as pessoas falam sobre você realmente não interessa (A não ser que seja um amigo ou parente muito querido)...
Você pode não ter ficado mais confiante, mas você disfarça bem que é uma beleza...
Ser feliz fica mais simples e você começa a dar valor ao que realmente tem...

[Fernanda Gaona]

Faltando exatamente um mês para o meu aniversário... esse texto se encaixa perfeitamente!

domingo, outubro 02, 2011

Quando Deus aparece...

Quando Deus aparece pra você?
Pra mim, ele aparece sempre através da música (...) Pode ser algo que toque no rádio, mas que me chega no momento exato em que preciso estar reconciliada comigo mesma.
(...) Deus me aparece nos livros, em parágrafos que não acredito que possam ter sido escritos por um ser mundano: foram escritos por um ser mais que humano.
Deus me aparece - muito! - quando estou em frente ao mar (...) A gente se entende em meio ao azul, que seria a cor de Deus, se ele tivesse uma...
(...) Deus aparece quando choro... Quando a fragilidade é tanta que parece que não vou conseguir reerguer...
(...) Deus me aparece... nas preocupações da minha mãe, porque mãe é sempre um atestado da presença desse "cara"...
E quando eu o chamo de "cara" e ele não se aborrece... aí tenho certeza de que ele está mesmo comigo...



Martha Medeiros em "Feliz por nada"