terça-feira, março 29, 2011

Eu nunca mais tinha o visto...
É engraçado como as nossas lembranças costumam ser generosas com os nossos lembrados... E, no entanto, ele é um homem cheio de significados (...)
Ele comentou alguma coisa sobre estar... mas eu nem ouvi direito o que ele disse... Fiquei olhando pra sua boca e pensando: Eu beijei tantas vezes esses lábios, e passado um tempo... puf!
(...) E nunca havia pensado nisso, em como é incômodo estar diante de uma pessoa com quem se trocou emoção intensa e depois cruzar com ele na rua e dizer apenas: tudo bem?
[Martha Medeiros]

2 comentários:

  1. Que post lindo, cheio de eoção! denovo: adorei ter me encontrado, menina! To te seguindo no twitter tb...bjs e obrigada pelo carinho!

    ResponderExcluir
  2. Nossa, concordo em genero, número e grau..Ah e beijos tbem.

    ResponderExcluir