terça-feira, março 15, 2011

Desvenda-me, descubra-me... me cubra!
Desvende todas as minhas ruas enquanto tem acesso a elas...
(...) Contigo divido o agora, levo comigo todo o passado.
[Caroline Salcides]

Nenhum comentário:

Postar um comentário