sexta-feira, janeiro 21, 2011

O meu amor por você era tão bonito... digno de moldura e porta retrato! Algum lugar com destaque na estante... Merecedor de instantes eternos...
Globo de Ouro. Oscar, quem sabe?
Não era para ter ficado em um canto qualquer...

Ou no fundo de uma mala jogado às traças e ao esquecimento...

Era para ter altar...

... mas, ganhou uma lápide!

[Érica Vittorazzi]

2 comentários: