segunda-feira, dezembro 26, 2011

♪ Quem de nós dois - Ana Carolina

Eu e você...
Não é assim tão complicado, não é difícil perceber...
Quem de nós dois... vai dizer que é impossível o amor acontecer (?)

(...) Eu procurei qualquer desculpa pra não te encarar... Pra não dizer de novo e sempre a mesma coisa, falar só por falar...
(...) Se eu tento esconder meias verdades... você conhece o meu sorriso, lê o meu olhar... Meu sorriso é só disfarce... o que eu já nem preciso...

quarta-feira, dezembro 21, 2011

Ele tem um jeito intrigante de me olhar, um jeito gostoso de beijar meu rosto...
... Um jeito todo dele de me me deixar... "sem jeito"...

24/11/11

domingo, dezembro 18, 2011

Eu já quis que o destino me surpreendesse...
Hoje eu só espero que ele não me decepcione...
[Caio Fernando Abreu]

quinta-feira, dezembro 15, 2011

Investir no sossego do próprio coração é algo tão complexo por causa da sua simplicidade... porque ser simples é uma das coisas que mais dificulta a nossa vida...

Investir no sossego do próprio coração é não abrir uma brecha, que poderá virar uma represa, para alguém que não está disponível afetivamente...
É prestar atenção nos sinais e indícios que a pessoa dá... do tamanho do sofrimento ou da alegria que ela poderá lhe proporcionar...
É saber-se só em quaisquer situações, mesmo acompanhado, pois as consequências de nossas escolhas são absolutamente nossas...
É proporcionar-se bons momentos divorciando-se dos lamentos...
É não se acomodar com a falta de excitação pelas coisas, pessoas, trabalho...
É saber-se merecedor de experienciar um amor inteiro, intenso, extenso, imenso, verdadeiro... Recíproco!
É ter a certeza e a confiança de que as coisas têm um encaixe, mas que é preciso deixar ir... ou ir ao encontro... ou conformar-se com o desencontro... ou esquecer... ou lembrar-se de outras coisas... ou relacionar-se de outra forma...

Investe no sossego do próprio coração quem não fica descascando a ferida impedindo que a mesma cicatrize... quem sofre, grita, chora, mas cresce..! Quem não se repete, quem se surpreende consigo mesmo, quem trabalha o desapego, quem se abre para as coisas que possuem mais calor e sensibilidade...

Investir no sossego do próprio coração é coisa que não vem com a idade, mas com a idéia de que se pode vivenciar um momento de paz e repouso... é desocupar o peito para abrir espaço para o novo... é entregar-se ao desconhecido com inocência e totalidade, é não ter medo de pronunciar verdades... é ser honesto consigo, com o outro...

Investe no sossego do próprio coração quem não se contenta com pouco...


[Marla de Queiroz]

domingo, dezembro 11, 2011

Você é quem decide o que vai ser eterno em você... no seu coração...
Deus nos dá o dom de eternizar em nós o que vale a pena, e esquecer definitivamente o que não vale...
[Pe. Fábio de Melo]

... nem sempre é fácil, mas vale tentar!

segunda-feira, dezembro 05, 2011

Sei de Mim (Pedro Mariano & Luiza Possi)

♪ "Quero sempre toda hora... eu não te deixo em paz... não temos tempo pra dormir sós... Eu sei tanto de você e nada sobre nós...
Sei de mim... guardo teus segredos... chaves, códigos, erros...
Sei você (...) seus desejos... eu sei de cor, porque eu te sei melhor..."

segunda-feira, novembro 28, 2011

Amar é Pink!

Para mim, é inconcebível vivermos na segunda década do ano dois mil e ainda percebemos quilos de preconceito em cima de quem optou amar (e se relacionar) com pessoas do mesmo sexo.
Amor é amor, independente se seu par e você fazem xixi em pé ou sentado.
Esqueça a religião, os dogmas sociais... A natureza está ai pra provar que o amor entre o mesmo sexo existe desde que há vida na Terra.
A nossa geração está mais leve, ao que me parece. Mas, nem por isso deixam de sofrer, de passar por bullings na família, na faculdade e no trabalho. É triste isso...
Na minha opinião, o amor deveria estar acima de tudo!
Ser gay não é problema, doença ou desvio de caráter. Pelo contrário...
Tenho grandes amigos gays e isso pra mim é tão natural, que fica até difícil explicar. Não sou gay por um triz. (Ou, talvez, por ser uma fiel adoradora do universo masculino... rs).
Me deixa triste ver que existe muita gente que se ama e que, se não estão juntos (ou juntas), é porque a sociedade os faz pensar que isso tudo está errado.
ESTÁ ERRADO, SOCIEDADE?
Desde quando AMAR é pecado? Pessoas podem e devem amar quem quiserem... Independente do sexo... Independente da conta bancária... Independente de toda a cafonice...
O AMOR É O QUE DÁ SENTIDO A VIDA! E quem no mundo tem o direito de tirar o SENTIDO da vida de alguém, por puro preconceito? Pensem... reflitam...


ESTÁ NA HORA DE MUDARMOS ESSE CENÁRIO!

[Fernanda Mello]

quinta-feira, novembro 24, 2011

Bipolar é pouco pra mim...

Sou multipolar...


[Fabrício Carpinejar]

sábado, novembro 19, 2011

Eu quero um pouco mais... mais um pouco dessa "overdose de viver"...
Me traga duas doses de Felicidade com três pedras de gelo, ok?!
[Maxuel Scorpiano]

terça-feira, novembro 15, 2011

Eu sei... não sou uma mulher fácil...
Em meu coração, guardo caixas de desejos...
Às vezes, sou menina... doce e delicada...
Outras vezes, sou mulher... felina e feroz...

Eu sei... sou tudo ou nada...
Oito ou oitenta... odeio meio termos!
Por isso, não acelere se não está preparado para avançar meus sinais vermelhos...
Não queira entrar em meus lençóis se não pode me dar a madrugada...

Eu sei... eu transpiro mistério...
Mas se quiseres saber mais sobre mim... decifra-me nas entrelinhas...
Eu digito enigmas, transpiro pistas, revelo atalhos...

Não tente me entender...
......... apenas me sinta.

sexta-feira, novembro 11, 2011

Eu sempre quis te contar sobre aquele dia...
Sempre quis me sentar ao seu lado e dizer o que você foi na minha história...
Por muito tempo esperei uma iniciativa sua... e alimentei uma esperança bonita sobre essas coisas de destino...
(...) Mas até hoje eu não sei o que realmente fui pra você... O que sei é que tudo foi muito forte e a dimensão do que você estava me causando, me fez romper comigo mesma... perdi a noção de muitas coisas...
(...) E o que parecia singelo, foi tomando formas avassaladoras na minha alma... Era o desejo me agredindo... era obsessão...
(...) Eu queria muito te contar sobre tudo isso um dia...
Ninguém entendeu nada... Nem eu...
(...) Só usei a última carta que eu tinha pra fugir e te mostrar que eu não estava nem aí pra tua insuportável falta de atitude...
Houve dias em que eu quis que você viesse até mim e dissesse com todas as letras: “Acorda! Não te quero!” (...) Ou que me escrevesse algo seco do tipo: “Me esquece!”
Quem sabe assim, eu não teria me desencantado de você? Te chamaria de estúpido, e tentaria te odiar...
Mas você nunca foi assim... Nunca reagiu a nada... Era o mesmo modo tranqüilo, ainda que nas piores situações...
Senti vontade de te por contra a parede, te matar... te encher de beijos... te amar...
É,eu nunca soube o que você sentiu...
(...) Já faz um ano... e eu ainda não me esqueci... nem nunca entendi o que houve entre a gente...

[Patrícia Vicensotti]

"Levemente adaptado"

segunda-feira, novembro 07, 2011

Hoje, depois de muito tempo, eu acordei e não me olhei no espelho...
Eu não precisei confirmar se eu era bonita...
Eu acordei tendo certeza!
[Tati Bernardi]

quarta-feira, novembro 02, 2011

Porque eu não gosto (mais) de você...

Porque você me deu o melhor abraço noturno que alguém já me deu e depois deixou meus braços órfãos...
(...) E me fez querer que fosse sábado no domingo...
Você tentou me convencer que estava tudo bem entre nós quando meu coração estava intranquilo...
E parou de me ouvir em algum momento em que continuei falando, perdendo a parte mais importante da história...
Você me deixou sozinha... e ainda estava do meu "lado"...
(...) E foi embora em algum momento sem se despedir, enchendo com palavras tristes aquela estrofe do meu poema incompleto...
Por que eu não gosto mais de você?
(...) Porque me fez acreditar que os holofotes estavam todos voltados para mim e que você era minha platéia, e nem me visitou no camarim quando decretou que o show havia terminado...
Porque você arrancou de mim a inspiração que eu não tinha, me fez bolinar as palavras pra eu escrever pra você aquelas coisas doces e as esqueceu num canto qualquer do porta-luvas do seu carro... E tinha um coração palpitando ali...
Porque você me fez escutar a mesma música sozinha trilhões de vezes porque a melodia trazia um jeito seu pra perto...
Porque você (...) tocou violão olhando nos meus olhos naquele trecho da música em que a palavra amor aparece duas vezes...
Porque você me seduziu completa e absolutamente se fazendo deslumbrante quando não estava disponível afetivamente...
Porque você me roubou a solidão e não me fez companhia...
[Marla de Queiroz]

segunda-feira, outubro 31, 2011

Não gosto da vida em banho-maria...

Gosto de fogo... pimenta, alho, ervas...

Por um triz não sou uma bruxa...


[Martha Medeiros]

quarta-feira, outubro 26, 2011


"(...) Virar a página nem sempre é colocar um ponto final...
O ponto final encerra a continuidade da história, mas não o sentimento..."



Palavras do meu amigo Fernando Cavalcanti em um dos meus momentos de "deprê"...

domingo, outubro 23, 2011

Você tem cheiro de roupa limpinha com mente suja e eu quero te rasgar inteiro.
Mas apenas te dou um beijinho no rosto...
Preciso me comportar!
[Tati Bernardi]

segunda-feira, outubro 17, 2011

quinta-feira, outubro 13, 2011

Não vejo mais o tempo...
Não o substimo quando o denomino de futuro...
Embora mal posso esperar para desvendar o que já esteve me esperando por milênios...
... ficar quase sem o ar... e quase morrer... desesperar...
... ver teu rosto... teus traços se formarem entre as digitais dos meus dedos que tremem...
... ver você realizar... ver você ser... ver você me olhar...

De alguma forma a gente soube (ou saberá)...
... que o tempo da espera é o caminho de se encontrar...


[Cáh Morandi]

sexta-feira, outubro 07, 2011

A gente descobre que está ficando “velha” quando...

Calça 38 só com “reza braba”... Na verdade a 38 virou 42, mas a gente fala que veste 40...
Emendar balada com trabalho já não é tão simples assim...
A gente finalmente entende que não adianta espernear que ele não volta...
Conselho de mãe finalmente começa a fazer sentido...
A gente percebe que homem misterioso/confuso na verdade é um porre...
A companhia é mais importante que o lugar...
A baladinha da moda que todo mundo vai é o último lugar que você quer ir...
A gente se da conta que é mortal e as pessoas que amamos também (Portanto, reclame menos e aproveite mais!)...
Que as pessoas falam sobre você realmente não interessa (A não ser que seja um amigo ou parente muito querido)...
Você pode não ter ficado mais confiante, mas você disfarça bem que é uma beleza...
Ser feliz fica mais simples e você começa a dar valor ao que realmente tem...

[Fernanda Gaona]

Faltando exatamente um mês para o meu aniversário... esse texto se encaixa perfeitamente!

domingo, outubro 02, 2011

Quando Deus aparece...

Quando Deus aparece pra você?
Pra mim, ele aparece sempre através da música (...) Pode ser algo que toque no rádio, mas que me chega no momento exato em que preciso estar reconciliada comigo mesma.
(...) Deus me aparece nos livros, em parágrafos que não acredito que possam ter sido escritos por um ser mundano: foram escritos por um ser mais que humano.
Deus me aparece - muito! - quando estou em frente ao mar (...) A gente se entende em meio ao azul, que seria a cor de Deus, se ele tivesse uma...
(...) Deus aparece quando choro... Quando a fragilidade é tanta que parece que não vou conseguir reerguer...
(...) Deus me aparece... nas preocupações da minha mãe, porque mãe é sempre um atestado da presença desse "cara"...
E quando eu o chamo de "cara" e ele não se aborrece... aí tenho certeza de que ele está mesmo comigo...



Martha Medeiros em "Feliz por nada"

quinta-feira, setembro 29, 2011

Hoje resolvi escrever sobre perdas...
No último ano sofri uma avalanche delas... algumas mais dolorosas, outras necessárias... algumas eu não entendi e depois de um tempo, sinceramente, desisti de entender...
Porque algumas coisas simplesmente não se explicam naquele exato instante... é só com o tempo que passamos a entender... Sei que Deus sabe o que é melhor pra mim... e é a ele que entrego estes momentos: de dor e não entendimento...
Das perdas que tive, estão inclusos amigos... alguns que se “perderam” no meio do caminho sem motivo aparente... outros que “se mudaram daqui” e foram se encontrar com Ele. Também estão alguns amores... um que, talvez por medo, não foi vivido em sua plenitude... outro que, apesar de belo e profundo, se deixou “perder” por puro orgulho. E claro, não podia faltar nesta lista, aquele que não compra a felicidade, mas ajuda um bocado...
E tudo isso também me fez perder uma série de outras coisas... como a auto-estima, a confiança (nos outros e em mim mesma)... me vi sem equilíbrio... sem rumo...
E aí você olha pro céu e pergunta: Por que hein?! O que foi que eu fiz?!

Mas aí você enxerga que as perdas muitas vezes são necessárias... pra você mudar... mudar é dífícil, mas fazem parte do processo de amadurecimento... precisamos permitir que elas aconteçam pra nos tornarmos pessoas melhores...
E antes que eu pudesse perder também a saúde e a fé... tomei uma dose de coragem e decidi que não ia simplesmente cruzar os braços e deixar a vida passar, que limparia todas as lágrimas e seguiria em frente... Porque todos os dias Deus me oferece um dia lindo lá fora, cheio de velhos e novos amigos... novos amores... novos sonhos e oportunidades... e tudo o que eu estava fazendo, na realidade, era perdendo tempo... perdendo tempo sendo dura comigo mesma...
Hoje eu sei que quando você perde algo ou alguém... é sinal de que você precisa parar de olhar só para o seu mundinho e passar a olhar o mundo a sua volta... é Deus te colocando no “caminho certo" de novo porque você havia se desviado, é Ele que ta te dando uma “sacudida”, como quem diz: “Acorda! Nada nessa vida é eterno, então é melhor você aproveitar o hoje, porque o amanhã é incerto...”
Essa semana eu tive mais uma perda... uma tia que era como uma mãe, uma mulher que era o esteio da família... era a razão de vida da sua filha e marido, era o orgulho dos seus irmãos e sobrinhos... era exemplo de fibra e coragem, de carinho e de amor...
Mais uma vez eu teria motivos pra olhar pro céu e resmungar: Chega neh! Você não acha que foi o suficiente?!
Mas não... eu não vou questioná-Lo dessa vez... por mais que doa... porque eu amadureci o suficiente pra saber que ela está bem e que o abraço que eu não pude dar, nós ainda trocaremos... em algum dia... em algum lugar...



[Thaily]

sábado, setembro 24, 2011

Ando com uma vontade tão grande de receber todos os afetos, todos os carinhos, todas as atenções.............

[Caio Fernando Abreu]

quarta-feira, setembro 21, 2011

Na fé... eu sou capaz de me dizer, com amorosa humildade, que grande parte das vezes eu não sei o que é melhor para mim...
Eu não sei... mas Deus sabe!
Eu não sei... mas minha alma sabe!
Então, faço o que me cabe e entrego.......
....... Mesmo quando, por força do hábito, eu ainda dê uma piscadinha pra Deus e lhe diga: "Tomara que as nossas vontades coincidam"...
Faço o que me cabe e confio que aquilo que acontecer... seja lá o que for, com certeza será o melhor... mesmo que algumas vezes, de cara, eu não consiga entender...

[Ana Jácomo]

segunda-feira, setembro 19, 2011


Se você não se atrasar demais, posso te esperar por toda a minha vida.......

[Oscar Wilde]

sábado, setembro 17, 2011

Ai, essa coisa de esperar o príncipe me cansa a beleza viu?!
Eu to achando que esse príncipe é meio bundão... ele ainda não teve coragem nem de matar o Dragão e subir na torre do castelo pra me salvar, vê se pode!!!

quarta-feira, setembro 14, 2011

Toda mulher é doida... Impossível não ser!
A gente nasce com um dispositivo interno que nos informa desde cedo que, sem amor, a vida não vale a pena ser vivida...
E dá-lhe usar o nosso poder de sedução para encontrar o "the big one"... aquele que será inteligente, másculo, se importará com nossos sentimentos e não nos deixará na mão jamais... Uma tarefa que dá pra ocupar uma vida, não é mesmo?
Mas além disso, temos que ser independentes, bonitas, ter filhos e fingir de vez em quando que somos santas, ajuizadas, responsáveis... e que nunca, mas nunca, pensaremos em jogar tudo pro alto e embarcar num navio pirata comandado pelo Johnny Depp...
(...) Eu só conheço mulher louca...
Pense em qualquer uma que você conhece e me diga se ela não tem ao menos três dessas qualificações: exagerada, dramática, maníaca, fantasiosa, apaixonada, delirante...
Pois então... Também é louca! E fascina a todos!
Nossa insanidade tem nome... chama-se: "Vontade de Viver até a Última Gota"
Só as cansadas é que se recusam a levantar da cadeira para ver quem está chamando lá fora...
E santa, fica combinado... não existe! Uma mulher que só reze, que tenha desistido dos prazeres da inquietude, que não deseje mais nada? Você vai concordar comigo: só se for louca de pedra!


[Martha Medeiros]

sábado, setembro 10, 2011

Tinha vontade de fazer um embrulho de mim... com papel de seda, lacinho de fita... e mandá-lo pra você... Aceita???
[Clarice Lispector]

terça-feira, setembro 06, 2011

Como é bom criar uma expectativa neh?! Parece inevitável!
Basta um sinal e lá vamos nós nos apegar aquela esperançazinha por menor que seja...
Fazer planos com algo concreto é coisa para os medrosos... os atrevidos criam histórias com aquilo que não existe mesmo!
Somos conduzidos pela nossa vontade e mais do que disposição é preciso muita coragem pra abraçar nossas loucuras...
Não importa se não vingou... se ficamos na vontade... Apostamos naquilo e ponto... mesmo que isso implique em uns tombinhos de vez em quando...
Somos escravos dos nossos sonhos e por eles topamos qualquer desafio... corremos todos os riscos... inclusive o da frustração...
Criamos expectativa porque acreditar é delicioso, e por mais que o chão seja um lugar mais seguro, nada como balançar os pezinhos lááááááá no alto...
E quer saber....... por que duvidar?
Vai que um dia aquele plano decola mesmo...
Aí não vai ser você o primeiro a atrapalhar por medo de altura, vai?!?

[Fernanda Gaona]

domingo, setembro 04, 2011

Domingo é um dia delicioso... visitamos a família, passamos um tempo com os 'irmãos'... Quando está calor, tomamos um solzinho, no final da tarde damos uma passada na casa de uma amiga e...... eis que chega a noite...
Arrisco-me a dizer que o domingo a noite é pior que a segunda... Para nós mulheres tão ansiosas, o problema é saber que a segunda está chegando, pois quando a segunda chega... não há mais o que fazer...
Mas a questão (...) não é a segunda, e sim o tal domingo a noite...
Aquela parte do dia aterrorizante para qualquer solteiro desse mundo...
Mesmo que durante toda a semana não tenha passado em mente a falta de alguém, pela agitação do trabalho, dia a dia e logo o agitado final de semana, no domingo é inevitável: a solidão e a tristeza chegam de mansinho e invadem completamente os corações solitários...
Os casais de namorados se fartam... cinema, jantar, pipoca...
Quando está naquela fase de que todas as amigas estão namorando então... fica pior ainda!
Na verdade, pensando bem, pior ainda, fica mesmo... quando chove e faz frio... aí da vontade de arrancar todos os fios de cabelo da cabeça e roer todas as 10 unhas!!!
Daria tudo... tudinho... por uma companhia nesse final de dia tão vazio... boa conversa, pizza, vinho, filme de conchinha...
(...) Até arrisco em ligar para algum moço formoso, que esteja disposto a me tirar desse martírio... mas parece que eles sempre são mais rápidos que eu... já estão "compromissados", "cansados" ou com a porcaria do celular desligado mesmo... hunf!
Quer saber? Vou dormir! Amanhã, como diz a minha mãe, é dia de branco...
Deitada na cama, penso, penso... e chego a conclusão: Namorar é muito bom... mas ser solteira também é!
Prometo, então, criar várias oportunidades... para conhecer novas pessoas, sair mais, me arrumar, cuidar de mim, curtir mais as amigas essa semana e para domingo que vem.........
......... Domingo que vem?
Ah, está muito longe... depois eu penso nisso!
* levemente adaptado

quarta-feira, agosto 31, 2011

Que setembro venha com bons ventos...
Que me traga sorte e amor...
Que não me deixe sofrer, por favor...

[Caio Fernando Abreu]

segunda-feira, agosto 29, 2011

"E eu me pergunto até que ponto eu te reviro por dentro... alimento ou tormento?
Qual a minha real condição diante de ti... veneno matando ou antídoto curando?"


Você me provoca...
Você me perturba...
Joga água e sai correndo...
Atira pedra e me acerta de raspão...
Me espia no escuro e mostra a língua... me xinga...
Me atiça...
Invade o meu sossego... meu refúgio...
(...) Sem saber até onde vai meu bote...
Você me provoca achando que não há perigo...
Sem conhecer a força da minha mordida... o tamanho dos meus caninos...
Você me provoca sem esperar a picada...
Sem saber que ainda não inventaram antídoto pro meu tipo de veneno...
[Caio Fernando Abreu]

domingo, agosto 21, 2011

Há um vazio que não quer me largar...
Que insiste em deixar cinza os meus dias...
Mas chega!
Um dia me disseram: A vida tem as cores que você escolhe...
Então eu comprei várias latas de tinta e fui...

................ colorir a vida!

[Thaily]

sexta-feira, agosto 19, 2011

(...) Estou indo... sem muita bagagem...
Pesos desnecessários causam sempre dores desnecessárias...
Esvaziei a mala... olhei o fundo dela, limpei...

E estou indo preenchê-la com coisas novas...
Sensações novas...
Situações novas...
Pessoas novas...

Tudo novo!


[Caio Fernando Abreu]

terça-feira, agosto 16, 2011

Esquecer alguém é tão difícil... mas como é triste deixar de gostar...
Fica uma espécie de falta de assunto... você cumpre a sua rotina, faz tudo que deveria fazer, mas sente que te falta algo...
Talvez aquela dorzinha latejante que te fazia consciente do teu coração pulsando o dia inteiro... E você tinha um objetivo grandioso: fazê-la cessar...
E um dia você nem percebe que ela se foi...
O desconforto é outro: parece que não sinto nada!
Meu corpo inóspito, sem habitação...
Tenho minha alma larga, mas ainda sobra este espaço pra um amor eterno que ele ocupava e que não existe mais...
E eu tenho todo esse potencial amoroso entre as mãos e ninguém pra me ajudar a desenvolvê-lo.
E conviver com esse "não gosto mais" vai ficando perigoso... Não há como recolher o que foi deliberadamente esvaziado de significado.
Então é isso: Nunca mais vou sonhar com uma reconciliação, um reencontro ao som de violinos... Nunca mais vou imaginar que nos esbarraremos por ai, eu no meu melhor vestido... e um ar sereno, ele todo lindo com os olhos salivando de vontade de mim...
(...) Mas o que eu faço com esse "não gosto mais"?
(...) Esquecer alguém é tão difícil, mas deixar de gostar traz um vazio absoluto... Porque até que outra coisa tão real e surpreendente aconteça, parece demorado e dá preguiça demais...
E quando estiver carente e me fizer deslumbrante e disponível terei que esperar que alguém interessante apareça com o mesmo blábláblá dos primeiros instantes...
Ele já sabia tanto quando eu nem precisava dizer... era tão delicioso a gente só se olhar, cúmplices, e seguir por aí de mãos dadas (...) Era tão maravilhoso saber que meu projeto de vida era acordar ao seu lado todos os dias... Era tão excitante ficar atualizando a caixa de e-mails esperando o dele... o telefonema no meio da tarde, as mensagens... que me faziam ouvir sua voz ao meu ouvido...
Quer dizer que isso tudo ficou no passado?
Que meu corpo está completamente destituído de afeto por ele?
Foi pra isso que fiz tanto esforço?
(...) A nossa relação me ocupava plenamente... e agora, nas horas vagas e sem ocupação emocional, eu sigo mais vaga que as horas todas... (Nem a minha autosuficiência tem bastado).
Esquecer alguém é muito difícil, mas não lembrar pode ser ainda mais doloroso...


[Marla de Queiroz]

segunda-feira, agosto 15, 2011

E amanhã vai nascer o sol, apesar de tudo, eu sei (...)
E seria tão melhor nublado (...) Qualquer desculpa para não sair da cama... Algum drama na TV para poder chorar...
Mas, amanhã terá sol! Trinta graus apesar do inverno...
(...)Transfiro, portanto, meu luto para outro dia e a minha dor para embaixo do travesseiro porque a vida segue, meu bem...
Ela nos atropela sem pensar...


... e não há tempo para sofrer de amor!

[Érica Vitorazzi]

domingo, agosto 14, 2011

Amor permanente...
Como a gente se agarra nesta ilusão...
Pois se nem o amor pela gente mesmo resiste tanto tempo sem umas reavaliações...

[Martha Medeiros]

quarta-feira, agosto 10, 2011

Se o que os olhos não vêem o coração não sente, como se explica a saudade?

segunda-feira, agosto 08, 2011

Encontros & Desencontros

O dia em que apreendermos a não criar expectativas em relação as coisas e as outras pessoas, encontraremos a chave para os nossos conflitos internos...
O dia em que apreendermos a valorizar cada momento da vida ao lado de alguém, encontraremos, afinal, o que tanto procuramos...
O dia em que apreendermos a nos amar em primeiro lugar, pra depois compartilhar esse amor, encontraremos a tão sonhada... felicidade!


Lendo o site de um amigo, onde ele e outros profissionais dão conselhos às mulheres sobre vários assuntos, mas principalmente, sobre relacionamentos... percebi o quanto isso é frequente...

E encontrei nesta crônica de Fernanda a idéia exata do que queria compartilhar neste momento:

sábado, agosto 06, 2011


Eu briguei com o meu coração...
Disse que jogasse o amor antigo fora... ele deu nó!
Coração não entende ordens...
De um lado, a razão exigindo... de outro, o coração tentando...
A verdade é quem tudo sai como o planejado... mas a gente tenta!
(...) Acho que sofro calada...
Calada, maquiada e de salto alto...
Mas manter a pose cansa... Cansa ser racional! Cansa enganar o coração! Cansa ser forte!
A verdade é que hoje (...) chorei calada... porque é feio chorar por amor perdido...
Mas... quer saber? (...) Não estou nem aí para escrever bonito...
Quero respirar de novo e amar alguém como um dia eu te amei...
Alguém aí acredita em segundo amor?
[Fernanda Mello]

sexta-feira, agosto 05, 2011


Tá bom (...) Você venceu. Venceu. Venceu. Venceu...
(...) Te amo mesmo, talvez pra sempre... mas nem por isso eu deixo de ser feliz ou viver minha vida...

F#%&* esse amor! E f#%&* você!
[Tati Bernardi]

quinta-feira, agosto 04, 2011

Eu me sinto às vezes tão frágil...
Queria me debruçar em alguém... em alguma coisa... alguma segurança...
Invento historinhas para mim mesmo o tempo todo... me conformo... me dou força...
Mas a sensação de estar sozinho não me larga...
Algumas paranóias, mas nada grave...
O que me incomoda é esta fragilidade... essa aceitação... esse contentar-se com nada...
Estou sensível... as coisas me comovem...
[Caio F. Abreu]

domingo, julho 31, 2011


Não facilite com a palavra AMOR...

Não a jogue no espaço, bolha de sabão.

Não se inebrie com o seu engalanado som...

Não a empregue sem razão, acima de toda a razão.

[...]

[Carlos Drummond de Andrade]


sábio...

quinta-feira, julho 28, 2011


Queremos as coisas rápido demais...
Sem entender que a primavera se prepara debaixo do chão frio... repleto de folhas secas...
[Cáh Morandi]

segunda-feira, julho 25, 2011

Dia do Escritor

(...) Nunca fui poeta...
Não sei ser poesia... Sou só uma alma que transborda sentimentos sem fim...
[Érica Vitorazzi]

quinta-feira, julho 21, 2011

domingo, julho 17, 2011


Renasci...
Depois daqueles dias longos, perdidos em lembranças...
E daquelas noites curtas, perdidas em lágrimas...

Renasci...
Os dias ganharam cor depois de meses de chuva...
E as noites ganharam a brisa suave depois da ventania...

Renasci...
As lembranças se tornaram recordações de um tempo bom, mas que eu sei que não volta mais...
E as lágrimas se tornaram remédio para cicatrizar as feridas do coração...

Renasci...
Os dias e as noites perdidas me fizeram amadurecer...
E as lembranças e as lágrimas derramadas, enfim... me fizeram te esquecer...
[Thaily]

terça-feira, julho 12, 2011



Se o olhar sabe encontrar o que precisa, o coração sabe o que sentir...
Mas é com tempo que a gente aprende a escutar o que vem de dentro...

(...) Depois de muito tempo você percebe o que é importante pra você...

(...) A qualidade de tudo na sua vida... Qualidade é uma palavra de gente grande. Pra mim é!
De gente madura o suficiente pra fazer escolhas... Inclusive a de ficar sozinha... por ser uma boa companhia pra você mesma... às vezes, a melhor...

(...) Ando nessa fase de descoberta comigo mesma... Curtindo essa nova fase da vida: de melhoras... de boas companhias... Inclusive a minha!
Jogando fora os velhos papéis... Dando mais tempo pros pensamentos bons...
Dando mais importância pra quem me quer bem e feliz...
Reciclando... Amadurecendo... Acreditando... Transformando...
Casando comigo mesma um relacionamento que dura para sempre!

[Vanessa Leonardi]

sexta-feira, julho 08, 2011


Ninguém pode estar ao mesmo tempo no presente e no passado, nem mesmo quando tentamos entender as coisas que acontecem conosco...


(…) As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas realmente possam ir embora... Por isso é tão importante (por mais doloroso que seja) destruir recordações, mudar de casa (...) Tudo neste mundo visível é uma manifestação do mundo invisível, do que está acontecendo em nosso coração. E o desfazer-se de certas lembranças significa também abrir espaço para que outras tomem o seu lugar...
Deixar ir embora... Soltar.... Desprender-se...


(…) Pode parecer óbvio, pode mesmo ser difícil... mas é muito importante...
Encerrar ciclos... Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida...
Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira...
Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é!


[Fernando Pessoa]

domingo, julho 03, 2011


Quanto a mim...
Tenho que lhes dizer que as estrelas são os olhos de Deus vigiando para que tudo corra bem... para sempre...
E como se sabe, para sempre não acaba nunca...

[Clarice Lispector]

sábado, junho 25, 2011


♪ "Eu quero amar alguém, sem delirar de novo........"

[Cazuza]

quinta-feira, junho 16, 2011

Talking To The Moon - Bruno Mars

♪ I know you're somewhere out there...
Somewhere far away...
I want you back... I want you back...
My neighbors think I'm crazy, but they don't understand...
You're all I have... You're all I have...

At night when the stars light up my room...
I sit by myself...
Talking to the moon... try to get to you...
In hopes you're on the other side... talking to me too...
Or am I a fool who sits alone... talking to the moon...

I'm feeling like I'm famous... the talk of the town...
They say I've gone mad... Yeah, I've gone mad...
But they don't know what I know...

Cause when the sun goes down...
Someone's talking back... Yeah, they're talking back...



At night when the stars light up my room...
I sit by myself...
Talking to the moon... try to get to you...
In hopes you're on the other side... talking to me too...
Or am I a fool who sits alone... talking to the moon...


Do you ever hear me calling?
Cause every night I'm talking to the moon...
Still trying to get to you...

In hopes you're on the other side... talking to me too...
Or am I a fool who sits alone... talking to the moon

I know you're somewhere out there...
Somewhere far away... ♪

domingo, junho 12, 2011


Estar sozinho é engraçado, louco, angustiante, libertário e triste...
(...) Estar sozinho é fechar as mãos no nada quando se atravessa a rua correndo e não se tem uma mão para segurar...
É acordar sem saber o que será do dia porque planejar sozinho dá preguiça...
É falar a coisa mais engraçada do mundo para alguém que não vai rir, porque ninguém te entende tão bem...
É ficar louca sem cúmplice...
(...) É querer contar tanta coisa para alguém, mas para quem?

(...) Estar sozinho é fazer dengo sozinho na cama, sem ninguém para apenas encaminhar o ombro um pouco mais perto...
É comer doce demais porque sua boca precisa de um incentivo para continuar salivando vida... e porque estar sozinho dá uma tremedeira estúpida de hipoglicemia... É o doce que substitui mal e amargamente o sexo...
Estar sozinho é dormir até tarde no domingo... Não para congelar o tempo na alegria, mas para fazer de conta que o tempo não existe...
É conviver com a ansiedade de que você pode encontrar alguém especial a cada esquina...
Então você tenta ficar bonita, mas seus olhos não mentem o cansaço da espera e a tristeza de estar solta, e você fica feia...

É ter a sensação de que ninguém te olha, pelo menos não como você gostaria de ser olhada...
Estar sozinha é estar solta e, no entanto, é estar amarrada ao chão porque nada te faz flutuar, sonhar, divagar...
Estar sozinho, ou estar sozinha, pode acontecer com qualquer um... E você torce para que aconteça com a sua melhor amiga, ou com aquele homem que você gostaria de experimentar como uma pílula para a sua solidão.
Estar sozinha é não suportar ouvir a palavra solidão porque ela faz sentido... E o sentido dela dói demais...

Estar sozinho é ter uma risada nervosa, de quem segura um grito e um choro enquanto ri... Um riso falso para se convencer de que é possível ficar sozinho sem ficar deprimido...
Estar sozinho é usar roupas provocantes sem se sentir sexy com elas.
É conferir a caixa de e-mails com uma freqüência que beira a compulsão.
É chorar do nada... É acordar do nada... É morrer de medo do nada que fica no estômago...
Estar sozinho é uma coisa física, ou melhor, é a falta dela... Você se sente oco por dentro...
(...) É cogitar enlouquecer...

O ombro pesa porque é tenso ficar sozinho... e porque não tem ninguém pra te fazer massagem também...
Quando chove, venta, escurece, e você está sozinho... você lembra de Deus e do quanto é pequeno...
Estar sozinho é se aproximar de Deus por piedade própria e não por agradecimento... que é o que nos faz aproximar Dele quando estamos amando...

Estar sozinho é detestar ficar em casa... Ficar em casa sozinho, quando se está sozinho, é muita solidão...
Então você sai, só para não ficar em casa sozinho... E descobre o quanto você é sozinho... E volta pra casa sozinho, e chora vendo fotos...
Estar sozinho é implorar paixão e loucura com um olhar para o carro ao lado, segundos antes de você ver que ele não está sozinho...
É trabalhar para passar o tempo e só conseguir escrever títulos, roteiros, spots e textos chatos, sem inspiração...
É procurar um olhar pela rua e andar por aí com cara de louco...
É estar pronta para algo novo e não agüentar mais dias iguais...
É ocupar a vida de açúcar, intrigas, fofocas, encrencas... aventuras tortas...

Resumindo: estar sozinho é triste, enche o saco dos outros e deve fazer mal para a saúde!



[Tati Bernardi]


domingo, junho 05, 2011

Tudo passa...
O que queremos e o que não queremos que passe...
A tristeza e o alívio coabitam no espaço desta certeza.
Eu não tenho muitas respostas... o que eu tenho é fé!
(...) Um modo de acreditar que os tiquinhos de sol possam sorrir o suficiente para desarmar a sisudez nublada de alguns céus...
E uma vontade bonita, toda minha, de crescer...
[Ana Jácomo]