sexta-feira, dezembro 31, 2010

Desejo à você...

Fruto do mato, cheiro de jardim, namoro no portão, domingo sem chuva, segunda sem mau humor, sábado com seu amor (...) chope com os amigos (...) viver sem inimigos (...) ter uma pessoa especial e que ela goste de você...

(...) Ouvir uma palavra amável, ter uma surpresa agradável (...)

Noite de lua cheia, rever uma velha amizade, ter fé em Deus... Não ter que ouvir a palavra "não" nem "nunca", nem "jamais" e "adeus"...

Rir como criança, ouvir canto de passarinho, sarar de resfriado, escrever um poema de amor, que nunca será rasgado...

(...) Tomar banho de cachoeira, pegar um bronzeado legal, aprender uma nova canção... Esperar alguém na estação...

Queijo com goiabada, pôr-do-sol (...) Recordar um amor antigo, ter um ombro sempre amigo, bater palmas de alegria...

Uma tarde amena, calçar um velho chinelo, sentar numa velha poltrona, tocar violão pra alguém, ouvir a chuva no telhado, vinho branco, Bolero de Ravel e...

... muito carinho meu.
[Carlos Drummond de Andrade]

FELIZ 2011!!!

terça-feira, dezembro 28, 2010



Olhando dentro de mim
percebo que falta um pedaço...

Um pedaço que em algum momento foi especial.
Que com o tempo tornou-se essencial.
E num passado próximo parecia vital...

Olhando dentro de mim
percebo que falta um pedaço...
Mas este pedaço nunca foi meu.
Desejei, busquei, tomei.
Fiz dele minha razão, meu coração, minha respiração...

Ele adoeceu
como câncer... aos poucos.
Silenciosamente corroeu...
corroeu o que era meu.
Fazendo-me dependente.
Por fim... desapareceu.

Olhando dentro de mim
sinto uma imensa falta
de um pedaço de mim...

E o pedaço que em mim falta
já não sei se é a falta...
Do espaço que era teu
e que hoje sobra em mim...

[David Santos]

sábado, dezembro 25, 2010

terça-feira, dezembro 21, 2010

Não é raro, tropeço e caio... Às vezes, tombo feio de ralar o coração todinho...
Claro que dói, mas tem uma coisa: a minha fé continua
em pé!




[Ana Jácomo]

quinta-feira, dezembro 16, 2010


É fácil falar de espera quando não é você que está do outro lado da linha...


(...)
E não é sua casa que tem paredes de sobra...

É simples não se preocupar com o tempo quando não é o seu corpo que acumula ausências...

Enquanto não é sua boca que guarda beijos para depois... e não é a sua pele que se perfuma pra ninguém...
Seria lindo e ótimo poder observar e aconselhar que é importante esperar, aguardar...
Mas agora não dá mais...

Estou com vontade de morrer... de encontro e felicidade!

[Cáh Morandi]

terça-feira, dezembro 14, 2010



De uns tempos pra cá algo mudou...
Sou quase a mesma de sempre, mas não sou mais 'boazinha'.
Não aceito mais ser amiga de gente mal-resolvida e que me ferra pelas costas.
Minha prioridade agora é só uma: "EU".
Podem me chamar de egoísta, eu aceito.
Mas chega uma hora na vida que a gente tem que parar de ser boa com os outros e ser boa com a gente...
Fiquei amarga?! Não mesmo...


Agora eu sou prática!
Vacilou?! A porta está aberta, meu bem...


Sem dó nem piedade!


[Fernanda Mello]

domingo, dezembro 12, 2010


Esperar dói... Esquecer dói...
Mas não saber se deve esperar ou esquecer é a pior das dores...

quinta-feira, dezembro 09, 2010

(...) O que mais dói é a saudade...
(...) Saudade da pele, do cheiro, dos beijos...
(...) Você podia ficar o dia sem vê-lo, ele o dia sem vê-la, mas sabiam-se amanhã...

(...) Saudade é não saber...
Não saber mais se ele continua se gripando no inverno...
(...) Não saber se ela tem assistido as aulas de inglês...
(...) Se ele continua sorrindo... se ela continua dançando...

Saudade é não saber...
Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos...
Não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento...
Não saber como frear as lágrimas diante de uma música...
Não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche...

Saudade é não querer saber...
Não querer saber se ele está com outra... se ela está feliz, se ele está mais magro, se ela está mais bela...
Saudade é nunca mais querer saber de quem se ama... e ainda assim... doer...
[Martha Medeiros]

sábado, dezembro 04, 2010

Tenho uma parte que acredita em finais felizes, em beijo antes dos créditos, enquanto outra acha que só ama errado...
Uma parte que precisa de calor, carinho, pés com pés... Outra que sobrevive sozinha... metade auto-suficiente...
[Caio Fernando Abreu]

sexta-feira, dezembro 03, 2010

(...) às vezes me parece que estou perdendo tempo... às vezes me parece que, pelo contrário, não há modo mais perfeito, embora inquieto, de usar o tempo: o de te esperar...
[Clarice Lispector]

quarta-feira, dezembro 01, 2010


Somos inocentes em pensar que sentimentos são coisas passíveis de serem controladas...
Eles simplesmente vêm e vão...
Não batem na porta, não pedem licença...
Invadem, machucam, alegram...
São imprevisíveis...
E sua única regra é a inconstância total...

[Caio Fernando de Abreu]