quarta-feira, junho 30, 2010


O coração da gente gosta de atenção...
De cuidados cotidianos... De mimos repentinos...
Há momentos em que ele precisa que preparemos banhos de imersão na quietude para lavarmos, uma a uma, as partes que lhe doem...
E que o levemos para revisitar, na memória, instantes ensolarados de amor capazes de ajudá-lo a mudar a frequência do sentimento...
E há outros em que tudo o que ele precisa é que reservemos algum tempo a sós com ele para desapertá-lo com toda delicadeza possível...


[Ana Jácomo]

Nenhum comentário:

Postar um comentário