sexta-feira, dezembro 31, 2010

Desejo à você...

Fruto do mato, cheiro de jardim, namoro no portão, domingo sem chuva, segunda sem mau humor, sábado com seu amor (...) chope com os amigos (...) viver sem inimigos (...) ter uma pessoa especial e que ela goste de você...

(...) Ouvir uma palavra amável, ter uma surpresa agradável (...)

Noite de lua cheia, rever uma velha amizade, ter fé em Deus... Não ter que ouvir a palavra "não" nem "nunca", nem "jamais" e "adeus"...

Rir como criança, ouvir canto de passarinho, sarar de resfriado, escrever um poema de amor, que nunca será rasgado...

(...) Tomar banho de cachoeira, pegar um bronzeado legal, aprender uma nova canção... Esperar alguém na estação...

Queijo com goiabada, pôr-do-sol (...) Recordar um amor antigo, ter um ombro sempre amigo, bater palmas de alegria...

Uma tarde amena, calçar um velho chinelo, sentar numa velha poltrona, tocar violão pra alguém, ouvir a chuva no telhado, vinho branco, Bolero de Ravel e...

... muito carinho meu.
[Carlos Drummond de Andrade]

FELIZ 2011!!!

terça-feira, dezembro 28, 2010



Olhando dentro de mim
percebo que falta um pedaço...

Um pedaço que em algum momento foi especial.
Que com o tempo tornou-se essencial.
E num passado próximo parecia vital...

Olhando dentro de mim
percebo que falta um pedaço...
Mas este pedaço nunca foi meu.
Desejei, busquei, tomei.
Fiz dele minha razão, meu coração, minha respiração...

Ele adoeceu
como câncer... aos poucos.
Silenciosamente corroeu...
corroeu o que era meu.
Fazendo-me dependente.
Por fim... desapareceu.

Olhando dentro de mim
sinto uma imensa falta
de um pedaço de mim...

E o pedaço que em mim falta
já não sei se é a falta...
Do espaço que era teu
e que hoje sobra em mim...

[David Santos]

sábado, dezembro 25, 2010

terça-feira, dezembro 21, 2010

Não é raro, tropeço e caio... Às vezes, tombo feio de ralar o coração todinho...
Claro que dói, mas tem uma coisa: a minha fé continua
em pé!




[Ana Jácomo]

quinta-feira, dezembro 16, 2010


É fácil falar de espera quando não é você que está do outro lado da linha...


(...)
E não é sua casa que tem paredes de sobra...

É simples não se preocupar com o tempo quando não é o seu corpo que acumula ausências...

Enquanto não é sua boca que guarda beijos para depois... e não é a sua pele que se perfuma pra ninguém...
Seria lindo e ótimo poder observar e aconselhar que é importante esperar, aguardar...
Mas agora não dá mais...

Estou com vontade de morrer... de encontro e felicidade!

[Cáh Morandi]

terça-feira, dezembro 14, 2010



De uns tempos pra cá algo mudou...
Sou quase a mesma de sempre, mas não sou mais 'boazinha'.
Não aceito mais ser amiga de gente mal-resolvida e que me ferra pelas costas.
Minha prioridade agora é só uma: "EU".
Podem me chamar de egoísta, eu aceito.
Mas chega uma hora na vida que a gente tem que parar de ser boa com os outros e ser boa com a gente...
Fiquei amarga?! Não mesmo...


Agora eu sou prática!
Vacilou?! A porta está aberta, meu bem...


Sem dó nem piedade!


[Fernanda Mello]

domingo, dezembro 12, 2010


Esperar dói... Esquecer dói...
Mas não saber se deve esperar ou esquecer é a pior das dores...

quinta-feira, dezembro 09, 2010

(...) O que mais dói é a saudade...
(...) Saudade da pele, do cheiro, dos beijos...
(...) Você podia ficar o dia sem vê-lo, ele o dia sem vê-la, mas sabiam-se amanhã...

(...) Saudade é não saber...
Não saber mais se ele continua se gripando no inverno...
(...) Não saber se ela tem assistido as aulas de inglês...
(...) Se ele continua sorrindo... se ela continua dançando...

Saudade é não saber...
Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos...
Não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento...
Não saber como frear as lágrimas diante de uma música...
Não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche...

Saudade é não querer saber...
Não querer saber se ele está com outra... se ela está feliz, se ele está mais magro, se ela está mais bela...
Saudade é nunca mais querer saber de quem se ama... e ainda assim... doer...
[Martha Medeiros]

sábado, dezembro 04, 2010

Tenho uma parte que acredita em finais felizes, em beijo antes dos créditos, enquanto outra acha que só ama errado...
Uma parte que precisa de calor, carinho, pés com pés... Outra que sobrevive sozinha... metade auto-suficiente...
[Caio Fernando Abreu]

sexta-feira, dezembro 03, 2010

(...) às vezes me parece que estou perdendo tempo... às vezes me parece que, pelo contrário, não há modo mais perfeito, embora inquieto, de usar o tempo: o de te esperar...
[Clarice Lispector]

quarta-feira, dezembro 01, 2010


Somos inocentes em pensar que sentimentos são coisas passíveis de serem controladas...
Eles simplesmente vêm e vão...
Não batem na porta, não pedem licença...
Invadem, machucam, alegram...
São imprevisíveis...
E sua única regra é a inconstância total...

[Caio Fernando de Abreu]

segunda-feira, novembro 29, 2010

E em pensamentos refugio-me no nosso mundo... e é para lá que eu fujo quando a saudade chega... é nesse mundo que respiro e me refaço...

domingo, novembro 28, 2010



Minha vontade agora é sumir... chamar você... me esconder...
Ir até a sua casa e te beijar e dizer que te amo e que você é importante demais na minha vida (...)
Sacudir você e dizer que você é um otário porque está me perdendo dessa maneira...
Minha vontade é esquecer você... apagar você da minha vida...
Lembrar de você a cada manhã... pensar em você para dormir melhor...
Então eu percebo: IT’S ME... e minhas vontades são bipolares demais...
Só o que não é bipolar demais é a minha ganancia por te ter...
Sim, eu escolheria você...
Se me dessem um último pedido, eu escolheria você...
Se a vida acabasse hoje ou daqui mil anos, eu escolheria você…


[Tati Bernardi]

sexta-feira, novembro 26, 2010

... Eu nunca disse que o amava, mas já lhe estendi os braços para que atravessássemos juntos a rua...
Eu nunca disse que queria ser a mãe dos seus filhos, mas já os vi correndo no parque...
Eu nunca quis te ligar por medo de lhe tirar a liberdade, mas já dormi ao lado do telefone esperando que ele tocasse, e muitas vezes ele nem se mexeu...
Eu nunca soube como voar, mas já coloquei asas em palavras para que pousassem em seu coração...

[Pipa]

segunda-feira, novembro 22, 2010

Antes da dor

Não vou telefonar, não vou mandar torpedo, apesar da vontade imensa de reatar. O orgulho assumiu meu quarto. Conversa com ele agora (...) Estou de castigo, protegida, ausente, impedida de responder po mim. Se fosse responder, avisaria que dependo de você, que o desejo de volta. Infelizmente sou capacho da minha angústia.
O desamor é treino. Não existe desamor. Existe ensaio, simulação da indiferença... Não que não sinta nada por você, sinto absolutamente tudo mais do que nunca e não consigo comunicar (...)
Fingirei que me darei melhor sozinha. É uma estrondosa mentira... Sou uma mesa pra dois, serei sempre uma mesa pra dois. Levarei minhas malas para ocupar a cadeira ao lado. Enfrentarei o questionamento: "Onde você anda?", nos lugares em que frequentávamos juntos. Explicarei que terminamos, escutarei dos amigos que é normal e que logo estaremos juntos de novo, comentarei que é definitivo... para não sofrer mais.
(...) Complicado porque você me ensinou a gostar de verdade. Não tivemos filhos, não tivemos uma casa pra dividir a partilha... Nosso amor não tem endereço como um circo, montado e desmontado na estrada.
Como dói o que não começou a doer. Não preciso de férias, preciso de outra vida.


[Fabrício Carpinejar]

levemente adaptado...
Se eu pudesse retornar a algum lugar seria para os seus braços...

sexta-feira, novembro 19, 2010

Quando o amor falha, apego-me à memória...
Ao tempo em que acreditávamos que, o que sentíamos era para sempre...
E fazíamos promessas... e sorríamos só por nos gostar...
Quando o amor falha, corro para as fotografias...
E vejo de novo a minha mão sobre a tua e o teu olhar indo de encontro ao meu...
Quando o amor falha, sim, porque ele falha, cubro-me de novas cores... visto-me com novas poesias... e fico quietinha...
Quando o amor falha, eu não falho... não me permito......



E descubro em mim um desejo de te amar mais!

[Érica Vittorazzi]

quinta-feira, novembro 18, 2010


... Um pouco mais de dois meses...
Mas o suficiente pra marcar pra sempre!
O bastante pra me fazer sonhar acordada...
Mas e agora???
O que eu faço com as lembranças... das palavras, dos gestos, do seu sorriso, das suas brincadeiras, dos seus beijos, do seu toque... ???
O que eu faço com o amor que ainda sinto?
Você me disse que não quer me ver triste... mas fica difícil não ficar triste “longe” de você...
Você transformou o "perto" em "longe" antes mesmo de sair da fronteira...
Por que? Por que antecipar a saudade?
Está doendo muito mais dessa forma...
Eu entendo que há outras coisas que você precisa viver agora... e
fico na esperança de que um dia, se assim for a vontade de Deus, os nossos caminhos se cruzem novamente...
Mas eu precisava te dizer que to sentindo a sua falta...

[Thaily]



quarta-feira, novembro 17, 2010


Um band-aid no coração, um sorriso nos lábios – e tudo bem...
[Tati Bernardi]
Eu sabia que estava sendo amada... talvez como nunca em toda a minha vida... mas absolutamente incrível! Só ele conheceu uma mulher corajosa que admitiu todos os medos... todas as neuroses... todas as inseguranças... toda a parte feia e real que todo mundo quer esconder com chapinhas, peitos falsos, bundas falsas, bebidas, poses, frases de efeito, saltos altos, maquiagem e risadas altas... Ninguém nunca me viu tão nua e transparente como ele... ninguém nunca soube do meu medo de nadar em lugares muito profundos... de amar demais... de se perder um pouco de tanto amar... de não ser boa o suficiente... Só ele viu meu corpo de verdade... minha alma de verdade... meu prazer de verdade... meu choro baixinho embaixo da coberta com medo de não ser bonita e inteligente... Só para ele eu me desmontei inteira porque confiei que ele me amaria mesmo eu sendo desfigurada, intensa e verdadeira... como um quadro de Picasso...

[Tati Bernardi]

domingo, novembro 14, 2010

Às vezes acho que Deus te inventou só prá me provocar...
[Inêz Generoso]

domingo, novembro 07, 2010

7 de novembro - Happy birthday to me!

Aniversário... dia que renovamos metas de vida... que plantamos as sementes de otimismo e amor e vivemos a esperança de que a colheita seja de um futuro regado com realizações...

Aniversariar não é só festejar a marca da idade, é desempenhar a arte de viver cada dia... cada ano vivido...
Aniversariar é saborear todas manifestações de afetos, desnudar a alma...
Aniversariar é poder brindar a vida, driblando o sofrimento, e vivendo-a na amplitude de sua magia!

Eu me desejo um feliz aniversário...
Desejo que Deus esteja sempre presente em minha vida, que eu jamais perca a fé...

Desejo continuar apredendo, vivendo, amando, crescendo, me corrigindo, acertando e errando...
Desejo saber aproveitar as oportunidades que batem a porta...
Desejo, neste e em outros aniversários, sempre acordar assim: me sentindo especial, com um sorriso no rosto... transmitindo não só para as pessoas, mas para mim... a energia de adquirir mais um ano de novas conquistas... novas oportunidades....
E por fim, desejo ter sempre inspiração para mostrar as pessoas e amigos, meus sentimentos e emoções...


Feliz aniversário pra mim!!!
E que os Anjos digam amém...
[Thaily]

quarta-feira, novembro 03, 2010

"Se a vida às vezes dá uns dias de segundos cinzas e o tempo tic taca devagar... põe o teu melhor vestido, brilha teu sorriso... vem pra cá, vem pra cá... Se a vida muitas vezes só chuvisca, só garoa e tudo não parece funcionar... deixe esse problema a toa, pra ficar na boa... vem pra cá..."


♪ Chimarruts - Do lado de cá

sábado, outubro 30, 2010

O seu toque... o nosso tato... tem cheiro de chuva e terra molhada... com gosto de fruta madura colhida do pé...
Cena boa de se ver...
E os nossos sussurros são músicas...... que o meu sexto sentido compôs...

(Pois sou inteira para você)
[Érica Vittorazzi]

quarta-feira, outubro 27, 2010


Sigo a vida conforme o roteiro...
Sou quase normal por fora, pra ninguém desconfiar, mas por dentro eu deliro e questiono...
Não quero uma vida pequena, um amor pequeno, um alegria que caiba dentro da bolsa.
Eu quero mais que isso...
Quero o que não vejo...
Quero o que não entendo...
Quero muito e quero sem fim!
Não cresci pra viver mais ou menos.
Nasci com dois pares de asas (...)


Por isso, não me venha com superfícies... nada raso me satisfaz.
Eu quero é o mergulho... Entrar de roupa e tudo no infinito que é a vida...
Rezar e acreditar... pra sair ainda bem melhor do lado de lá.

[Fernanda Mello]

domingo, outubro 24, 2010


Dizem que a Primavera chega trocando a roupa da paisagem...
E no auge da sua descrença o dia amanhece de novo...
Quando não queria mais fugir de si mesma, foi surpreendida por uma voz de timbre limpo, olhos atenciosos e mãos que diziam coisas...
Era alguém que tranqüilizava quando apenas sorria... Uma pessoa que trazia em si o amparo de tudo... Tinha o dom da conveniência e da clareza e pronunciava reciprocidade...
O fato, resumindo, é que o amor não era mais aquele estardalhaço...
O amor era suave e tinha um jeito de penetrar sem invadir, de libertar no abraço...
O amor não era mais aquela insônia, mas sonho bom na entrega ao desconhecido...
O amor não era mais a iminência de um conflito, mas uma confiança na vida...
E, pela primeira vez, o amor não carregava resquícios de abandono, pois havia descoberto: o amor estava ali porque ambos estavam prontos...
O Tempo estava certo!

[Marla de Queiroz]

Eu não espero que você seja o grande amor da minha vida, parei de acreditar nisso...
(...) Mas não quero que você me largue. Não quero te largar...
(...) Dessa vez eu queria muito que fosse diferente... Dessa vez, com você, eu queria que desse certo...
(...) Que você gostasse e cuidasse de mim como ontem à noite você cuidou. Eu quero que dê certo...
(...) Mesmo que a gente não fique juntos pra sempre, mesmo que acabe semana que vem... Nunca destrua o meu carinho por você... Nunca esfrie o calorzinho que aparece dentro de mim quando você liga
(...) Me deixe um dia, se quiser... Mas me deixe te amando... É só o que eu peço...
[Tati Bernardi]

sexta-feira, outubro 22, 2010



Quero o circo todo a que tenho direito: sedução... fantasia... tempo...
Quero um romance longo... quero intimidade...
Fazer cena de ciúme, terminar, voltar, amar, brigar de novo, telefonar, pedir desculpas, retornar...
Amantes bem comportados são um tédio!


[Martha Medeiros]

terça-feira, outubro 19, 2010

Não, eu não sou hábil em mentir... Não sei mentir o que me pulsa...
Não gosto de me vestir inocente... sou vermelho malícia...
A porta da frente, não a casa de fundos...
Eu não sou um poço de regras...
Minha verdade é na retina que guardo...
Os meus sons são esses... é o universo que escuta...
Minha música é me escrever...

sábado, outubro 16, 2010

Uma vez minha vó me disse que homem é igual a biscoito: vem um, vêm 18. Eu naquela época achei graça. Mas só hoje, anos depois (...) eu compreendi tudo sobre essa teoria. E vi que vovó tinha razão!
Funciona assim: quando a gente tá carente, sozinha, solteira, e sai ligando pra todos os paqueras, ex-namorados, rolos e afins, ninguém te quer, não é? Pois é... Essa é a primeira fase: tocos em profusão.
Na segunda fase, a gente resolve que não precisa de homem nenhum pra ficar bem, e aí aparece um só pra contradizer nossa certeza de auto-suficiência. Vem todo carinhoso, romântico, paparicante... A gente baixa a guarda, começa a sair com o cara, percebe que ele é interessante, resolve ver no que dá. Vai saindo, conhecendo, ficando... E aí o que acontece?
Entra na fase 3: a Teoria do Biscoito. Chega um momento em que tu sente que a historinha tá evoluindo pra um possível compromisso, que está gostando daquele carinha, mesmo que ele não seja o príncipe encantado que sempre habitou seu imaginário de mulherzinha.
Só que aí, neste exato momento, TODOS os outros que te dispensaram antes começam a te ligar. Parece que eles farejam no ar, que combinam entre si. Acho que a gente deve exalar algum cheiro diferente que, interpretado pelo cérebro masculino, diz "eu encontrei alguém, não estou disponível". Imediatamente, você se torna o objeto de cobiça de todos eles. Talvez justamente por estar radiante, feliz e não-disponível (...)
Tem gente que acha isso o paraíso... Mas na boa, eu acho que só serve pra atrapalhar! Porque, como mulherzinha do bem que sou, eu só quero essa penca de homens me ligando quando tô na guerra, que é pra poder escolher... Mas depois que eu resolvo sossegar com um, não quero que ninguém fique me ligando pra semear a discórdia e a dúvida na minha mente.
Mas o babado é resistir às tentações... De repente, com tantos homens fantásticos te ligando, tu começa a olhar pro seu pretendente atual e a achar que ele não é tão bonito quanto o fulano, nem tão alto e gostoso como o beltrano, nem carinhoso e bem-humorado como o cicrano...
Você questiona se não está com ele por pura carência, porque ele apareceu num momento de falta de opções no mercado. E essa é a grande cilada... Muitas não resistem... Dispensam o gatinho atual e tentam administrar todos os outros. Eu já fiz isso.
Aí a Teoria do Biscoito entra na fase final: a de que quem come o pacote inteiro tem indigestão. Fica sem ninguém. Todos somem e você fica sozinha, se perguntando como foi que deixou escapar aquele carinha tão legal com quem estava saindo, só por capricho.
Eu não sei se funciona assim para todas as pessoas... Mas eu decidi que agora vou dizer um sonoro "não, obrigada" para toda a fila de negrescos com super-cobertura, e ficar sim com aquele que não é negresco, mas é bono de chocolate...
Que não é brastemp super-ultra-mega-estrelinha-plus, mas é consul-slim e se encaixa direitinho na minha casa...
Que não é o príncipe encantado, lindo, maravilhoso, perfeito, em cima do cavalo branco, mas que é um cara real, de carne e osso, que está do meu lado e quer ficar comigo...
Que me diverte e me agrada, e gosta das mesmas músicas que eu (...) e que fica bolando pequenas surpresas pra me fazer ver que é, sim, muito lindinho à sua maneira...
Simples assim... Se não der certo, não deu. Faz parte da vida...
Mas eu não preciso comer o pacote inteiro de negresco pra saber que um bono de chocolate me satisfaz!
[Martha Medeiros]

quarta-feira, outubro 13, 2010

Você foi caindo assim... como uma pena que brinca no ar de um lado para o outro... até pousar leve e suave... no lado bom do meu coração...

[Cáh Morandi]
♥ É pra janela do seu olhar que o meu destino aponta... ♥

sábado, outubro 09, 2010


Fica combinado assim: você louco por mim, eu louca até o fim...

[Martha Medeiros]

quinta-feira, outubro 07, 2010


Era uma vez uma pessoa linda, chamada Príncipe... que embelezava o mundo só por existir... E ele sorriu para mim e eu, inteligente, sorri de volta... E o meu mundo, que já não era em preto-e-branco ganhou cores novas... Cores de saudades... Cores de querer bem... Cores de reciprocidade... Cores de amar também... E agora eu acredito em arco-íris!


(com tesouro e tudo)


[Érica Vitorazzi]

terça-feira, outubro 05, 2010

Olhando daqui, percebo que pessoas e circunstâncias tiveram um propósito maior na minha vida do que muitas vezes, no momento de cada uma, eu soube, pude e aceitei ler.
Parece-me, agora, que cada uma, no seu próprio tempo, do seu próprio modo, veio somar para que eu chegasse até aqui, embora algumas vezes, no calor da emoção da vez, eu tenha me rendido à enganosa impressão de que veio subtrair.
A vida tem uma sabedoria que nem sempre alcanço, mas que eu tenho aprendido a respeitar, cada vez com mais fé e liberdade.
O tempo, de vento em vento, desmanchou o penteado arrumadinho de várias certezas que eu tinha, e algumas vezes descabelou completamente a minha alma.
Mesmo que isso tenha me assustado muito aqui e ali, no somatório de tudo, foi graça, alívio e abertura...
A gente não precisa de certezas estáticas...
A gente precisa é aprender a manha de saber se reinventar...
De se tornar manhã novíssima depois de cada longa noite escura...
De duvidar até acreditar com o coração isento das crenças alheias...
A gente precisa é saber criar espaço, não importa o tamanho dos apertos...
A gente precisa é de um olhar fresco, que não envelhece, apesar de tudo o que já viu...
É de um amor que não enruga, apesar das memórias todas na pele do coração...
A gente precisa é deixar de ser sobrevivente para, finalmente, viver...
A gente precisa mesmo é aprender a ser feliz a partir do único lugar onde a felicidade pode começar, florir, esparramar seus ramos, compartilhar seus frutos...
Tudo o que eu vivi me trouxe até aqui e sou grata a tudo, invariavelmente!
Curvo meu coração em reverência a todos os mestres, espalhados pelos meus caminhos todos, vestidos de tantos jeitos, algumas vezes disfarçados de dor...



[Ana Jácomo]

Sem palavras... perfeito para este momento!

quinta-feira, setembro 30, 2010





"Te tenho com a certeza de que você pode ir... Te amo com a certeza de que irá voltar... pra gente ser feliz! (...) Viva todo o seu mundo (...) E quando a hora chegar, volta... Que o nosso amor está acima das coisas... desse mundo (...) Eu espero, por você... o tempo que for... pra ficarmos juntos... mais uma vez!"


♪ Jota Quest - Mais Uma Vez

quarta-feira, setembro 29, 2010

Eu quando amo... mimo e faço sonhar...
... suspiro e faço suspirar...
Não corro atrás... mas fico presente.
Não fico em silêncio... canto melodias...
Eu quando amo... quero tudo... quero hoje... e quero pra sempre!
Escalo montanhas, visto-me de mar, pinto céus e planto flores...

Fecho os olhos e peço ao Universo que me deixe amar assim... por toda a eternidade!
Pois quando amo... e eu amo...
Amo muito!

terça-feira, setembro 28, 2010



Com tanto potencial pra acabar com a minha vida, sabe o que ele quer? Me fazer feliz!
Olha que desgraça...
O moço quer me fazer feliz... Veja se pode!
Não dá... assim não dá! Deveria ter cadeia pra esse tipo de elemento daninho.
Pior é que vicia... Não é que acordei me achando hoje?
Agora neguinho me trata mal e eu não deixo. Agora neguinho quer me judiar e eu mando pastar. Dei de achar que mereço ser amada... Veja se pode! Tudo isso porque chega um desavisado com a coxa mais incrível do país e muda tudo...
Até assoviando eu to agora...


[Tati Bernardi]

Ele me leva de um jeito para dentro do olhar e tanto me prende, me deixa sem jeito... Ele me faz acreditar...

[Cáh Morandi]

segunda-feira, setembro 27, 2010

Porque a voz dele me toca feito as mãos... e as mãos dele me envolvem feito fábulas... e as duas, quando passeiam em mim, desabotoam minhas mais mal comportadas palavras...

[Marla de Queiroz]

sexta-feira, setembro 24, 2010


Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, veste-se bem e é fã do Caetano... Isso são referências, só.
Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá... ou pelo tormento que provoca. Ama-se pelo tom de voz... pela maneira que os olhos piscam... pela fragilidade que se revela quando menos se espera...
Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC.
Ama-se justamente pelo o que o amor tem de indefinível.
Honestos existem aos milhares, generosos tem às pencas, bons motoristas e bons pais de família... tá assim, ó!
Mas só o seu amor consegue ser do jeito que ele é...

[Martha Medeiros]
Os outros eu conheci por ocioso acaso... A ti vim encontrar porque era preciso...

[Guimarães Rosa]

quinta-feira, setembro 23, 2010


Tenho planos pra nós dois: uma vida juntos...

Com cheiro de romance...

Como se a cada dia fosse primavera...

Fosse começo...

Fosse descoberta...


[Érica Vitorazzi]

quarta-feira, setembro 22, 2010

terça-feira, setembro 21, 2010

... há mais ou menos um mês, depois de muitos tombos e desilusões, surgiu alguém que me fez acreditar novamente em "contos de fadas"...

Alguém que me fez ver que a felicidade está nos pequenos momentos...
Alguém que me ensinou a sorrir e a tornar a vida mais leve...
Alguém que me mostrou que "companheirismo", "romantismo" e "respeito" não são coisas do passado...

E diante disso tudo como eu poderia não me apaixonar, me render, me entregar...

A ele que, em tão pouco tempo, roubou meu pensamento e o meu coração...
Ele que fez com que os outros caras que já passaram na minha vida parecessem tão pouco...
Ele que quando dedilha aquela canção no violão... me faz suspirar...
Ele que me chama de linda, adora os meus olhos e o meu sorriso, toca minha pele e me faz sentir coisas que eu nem sabia que existiam...
Ele que transformou o substantivo em verbo... e me fez entender o significado de "amar"...

E eu... eu não queria mais nada nessa vida...
Eu só queria que ele não fosse embora... eu só queria estar com ele... queria ele me abraçando com aquela mão macia, aquele olhar que fala sem palavras, aquele sorriso fofo, aquele corpo quente...

Porque ele é o cara pra quem eu olhei e pensei: fica na minha vida pra sempre?!
Mas enquanto o pra sempre não chega quero aproveitar cada segundo ao lado dele...


E vibrar, mesmo que a distância, de cada conquista que ele tenha daqui pra frente, pois eu não sei... mas sinto... que não o perdi e que esse é o só o início de uma linda e longa história de amor...

[Thaily]


Você era meu príncipe...
Depois de tantos amores estranhos, pequenos, errados e tortos... finalmente eu tinha reconhecido no seu olhar centralizado e no seu sorriso espalhado... o meu príncipe...


[Tati Bernardi]

segunda-feira, setembro 20, 2010


Conta pra mim de onde a gente se conhece...
De onde vem a sensação de que você sempre esteve aqui, quando eu sei que não estava.
Conta por que nada do que diz sobre você me parece novidade, como se eu estivesse lá, nos lugares que relembra, quando eu sei que não estava.
Conta de onde nasce essa familiaridade toda com os seus olhos...
Onde nasce a facilidade para ouvir a música de cada um dos seus sorrisos...
Onde nasce essa compreensão das coisas que revela quando cala.
Conta de onde vem a intuição da sua existência tanto tempo antes de nos encontrarmos.

Conta pra mim de onde a gente se conhece...
De onde vem o sentimento de que a sua história, absolutamente nova, é como um livro que releio aos poucos e, ao longo das páginas, apenas recordo trechos que esqueci.
Conta de onde vem a sensação de que nos conhecemos muito mais do que imaginamos...
De que ouvimos muito além do que dizemos...
De que as palavras, às vezes, são até desnecessárias...
Conta de onde vem essa vontade, que parece tão antiga, de que os pássaros cantem perto da sua janela a cada manhã.
De onde vem essa prece que repito a cada noite, como se a fizesse desde sempre, para que todo dia você possa dormir em paz.

Conta pra mim de onde a gente se conhece...
De onde vem essa repentina admiração tão perene.
De onde vem o sentimento de que nossas almas dialogavam muito antes dos nossos olhos se tocarem...
Conta por que tudo o que é precioso no seu mundo me parece que já era também no meu.
De onde vem esse bem-querer assim tão fácil... assim tão fluido... assim tão puro...
Conta de onde vem essa certeza de que, de alguma maneira, a minha vida e a sua seguirão próximas, como eu sinto que nunca deixaram de estar...

Conta pra mim por que, por mais que a gente viva, o amor nos surpreende tanto toda vez que vem à tona...

[Ana Jácomo]
Acho que o destino...
antes de nos conhecer...
fez um plano pra juntar eu e você!

domingo, setembro 19, 2010



... estar com um buraco no peito, querendo muito que ele seja ocupado, e não encontrar alguém disposto a.... se sentir feliz com tudo o que tem, mas triste por faltar um pedaço, e saber que esse pedaço não é seu... e se sentir vulnerável a qualquer "amor"... e perceber que o que mais se quer é completamente simples, mas completamente difícil de encontrar...


[David Santos]


terça-feira, setembro 14, 2010

(...) Amor tem gosto de pele, língua e segredo...
Amor tem gosto de cobertas, descobertas e travesseiro...
Você imagina quantas meninas existem em mim?
Toda mulher é uma surpresa, uma torta mil-folhas, um bombom diferente em um lindo papel celofane. Quer provar?

Eu posso acordar doce, ficar amarga e até dormir ácida sem você perceber.
Mas eu quero que você perceba...
Eu quero que você se alimente do que há de melhor e pior em mim...
Eu quero te mostrar cada gosto, te misturar, te revirar o estômago, te virar do avesso, jogar a receita fora...
Nada de banho-maria!

O amor não tem regras, o desejo não tem limites...
Minha boca é do tamanho do meu coração...


[Fernanda Mello]
Não importa quanto vai durar... é infinito agora...
[Caio Fernando Abreu]

quarta-feira, setembro 08, 2010



Eu me descubro ainda mais feliz a cada pedaço seu e de tudo o que é seu...
Às vezes você é tão bobo, e me faz sentir tão boba, que eu tenho pena de como o mundo era bobo antes da gente se conhecer.
Eu queria assinar um contrato com Deus: se eu nunca mais olhar para homem nenhum no mundo, será que ele deixa você ficar comigo pra sempre?
(...) Eu descobri que vale a pena ficar três horas te olhando sentada num sofá mesmo que o dia esteja explodindo lá fora...
E quando já não sei mais o que sentir por você, eu respiro fundo perto da sua nuca... e começo a querer coisas que eu nem sabia que existiam...

[Tati Bernardi]

quinta-feira, setembro 02, 2010



Eu quero alguém que tenha coragem...
E saiba amar coisas simples e mulheres loucas...
Quero alguém que acredite em realidade.

Que esteja farto de sonhos perfeitos e Romeu e Julieta...
Quero alguém que entenda o que é TPM.
Que me faça rir...
Quero alguém que goste de ler...
Que me dê presentes fora de época.
Quero um amor que me compre biscoitos divertidos, cremes da Lancôme e duas alianças...
Que tenha uma casa com guarda-roupa, TV grande, banheira, gato, cachorro e uma cama de casal... ENORME!

(Se for cheiroso e beijar gostoso... esqueça tudo!)

P.S.: E se for você, eu me contento com um banho de mangueira (no lugar da banheira) e creme de aveia Davene.

[Fernanda Mello]

quarta-feira, setembro 01, 2010

Daí penso coisas bobas...
Quando, sentado no ônibus, depois de trabalhar o dia inteiro, encosto a cabeça na vidraça...
Deixo a passagem correr... e penso demais em você...

[Caio Fernando Abreu]

terça-feira, agosto 31, 2010










E quando ele riu, eu percebi...
Eu percebi que eu estava na merda.
Porque eu adoro esses caras que dão risada com a cara inteira,
mas continuam com os olhos um pouco tristes e parados (...)
É impressionante como eu não gosto de ninguém mas, de vez em quando, escapa um momento... um gesto... uma pessoa linda e única...
E eu fico nessa felicidade de ser uma pessoa boa e capaz dessas coisas boas...

[Tati Bernardi]

sexta-feira, agosto 27, 2010


Quando você vier haverá o encontro da sua busca com a minha espera...
E o seu abraço será a moldura do meu corpo...
E a minha boca o pretexto para o seu mais demorado beijo...
E eu vou inventar uma madrugada eterna pra quando você tiver que ir embora no dia seguinte.
E você vai inventar um domingo que vai durar pra sempre porque eu tenho preguiça das segundas-feiras.
E o nosso amor será a coisa mais bonitinha do mundo...

[Marla de Queiroz]